After documenting some of the most  planet's most unfriendly places for his super project Genesis (back in 2013), renowned Brazilian photographer Sebastião Salgado is now focusing on exhibiting a series about the many faces of coffee  - and believe, there are many of them. From 2002 to 2014 he photographed plantations all over the globe, from El Salvador to Tanzania. The name for the series is as luring as the coffee: a dream's perfume. 

Salgado is very intimate with coffee, having helped his father who was a helper dry grains. He then dived into the subject when he was a young economist. Now, at the age of 75, he's about to exhibit an archive of images that tell an intricate story about a product that is a part of everyday life for many people. The exhibition is happening at one of my favorite museums in São Paulo, Instituto Tomie Ohtake, and stays open until May 8th. 


Depois de documentar alguns dos lugares mais hostis do planeta para seu superprojeto Genesis (la em 2013), o renomado fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado está agora focando em exibir uma série sobre as muitas faces do café — e acredite, existem muitas delas. De 2002 a 2014, ele fotografou plantações por todo o mundo, de El Salvador à Tanzânia. O nome para a série é tão atraente quanto o café: um perfume dos sonhos.

Salgado é muito íntimo do café, tendo ajudado seu pai, que era um ajudante, a secar grãos. Ele então mergulhou no assunto quando era um jovem economista. Agora, aos 75 anos de idade, está prestes a exibir um arquivo de imagens que contam uma história intrincada sobre um produto que é parte da vida cotidiana de muitas pessoas. A exposição está acontecendo em um dos meus museus favoritos em São Paulo, o Instituto Tomie Ohtake e ficará aberta até o dia 8 de maio.


YOU MAY ALSO LIKE

Comment