And it seems as though it's not only the fitness universe that's been growing in London  - the arts have been conquering more space in the urban stage as well. The city's latest creative space is Lights Of Soho, which is opening with an exhibit of none other than Tracey Emin, who I love dearly. 

For those who don't know her, Tracey does amazing work with neon and lighting in general, using them as her materials for conveying messages that ever-so-present in a modern woman's life. She grew up in Margate - a city with lights everywhere (think of a mini Las Vegas) in the Sixties and Seventies, which inspired her greatly. 


Her exhibit at the Lights of Soho, titled City of Love, is all about light.  "It's not about an image but how we feel from the glow," commented the artist in a recent interview. As soon as I'm back to London grounds, I am certainly stopping by to absorb it all - and "see the light!" 


E parece que não é apenas o universo fitness que tem crescido em Londres — as artes também têm conquistado mais espaço no palco urbano. O mais recente espaço criativo da cidade é o Lights Of Soho, que está inaugurando com uma exposição de ninguém mais niinguém menos que Tracey Emin, que eu amo profundamente.

Para aqueles que não a conhecem, Tracey faz um trabalho incrível com neon e luz em geral, usando-os como materiais para transmitir mensagens que estão sempre presentes na vida da mulher moderna. Ela cresceu em Margate — uma cidade com luzes por todos os lados (pense em uma mini Las Vegas) nos anos 60 e 70, o que a inspirou muito.

Sua exposição no Lights Of Soho, chamada City of Love, é toda sobre luz. “Não se trata de uma imagem, mas como nos sentimos com o brilho”, comentou a artista em uma entrevista recente. Assim que eu estiver de volta em solo londrino, com certeza passarei pela exposição para absorver tudo — e “ver a luz”!


YOU MAY ALSO LIKE

Comment