I love the 70's and not only because of the decade's fashion. I'm interested in several visual artists of the time and, starting this month, I will be able to check out the work of one of them – a woman, to be more specific – live, in my second house in London, the Tate Modern. The New Yorker artist enchanted us with her minimalism and post-modern abstract works. She represented a strong feminine voice in a world dominated by male artists, such as Sol Le Witt and Mark Rothko, and thus finally got a retrospective in London ground.

I really want to check her pastel canvas out closely. Just like her artistic process, which was almost meditative, her work seems to sooth us. Maybe it's all about that feminine touch!

From June 3rd – October 11th.


Eu amo os anos 70 e não somente por causa da moda da década. Me interesso por vários artistas plásticos da época e a partir desse mês vou poder conferir o trabalho de um deles - ou melhor, delas - ao vivo, na minha segunda casa em Londres, o Tate Modern. A artista nova iorquina nos encantou com seu minimalismo e obras abstratas pós modernas. Ela representou uma voz feminina forte no meio de um mundo dominado por artistas homens como Sol LeWitt e Mark Rothko e, com isso, finalmente ganhou uma retrospectiva em solo londrino.

Quero muito conferir suas telas de tons pastéis por perto. Como seu processo artístico, que era quase meditativo, seu trabalho parece nos acalmar. Talvez seja tudo por conta do toque feminino!

De 3 de junho – 11 de outubro


YOU MAY ALSO LIKE

Comment