I love the 70s (I think you may have caught onto this by now!), so I naturally am in love with Thea Porter. The fashion and interior designer was responsible for creating the bohemian chic movement that arose in the 60s and 70s - and is so prominent nowadays! It all started with her shop in Soho, which drew the likes of Pink Floyd to Elizabeth Taylor. If I was alive back then, I would have definitely been an addicted client!

That's why I'm setting some time of my weekend to see the first exhibition on Thea at the Fashion and Textile Museum in London, which closes this Sunday, May 3rd. I had not gotten a chance to check it out yet! From what I've heard, it's pretty detailed, spanning through most of Thea's life and career: she was born in Jerusalem, lived in Beirut, moved to NY in the 50s and then L.A. and Paris in the 70s. I'm so excited to see her classics in person, like her Kaftan and Gipsy Dress!


Eu amo os anos 70 ( eu acho que você ja deve ter entendido isso!), por isso sou apaixonada pela Thea Porter. A estilista e designer de interiorer foi responsável pela criação do movimento boêmio chic que surgiu nos anos 60 e 70 - e é tão proeminente nos dias de hoje! Tudo começou com sua loja no Soho, que contava com Pink Floyd e Elizabeth Taylor como clientela. Se eu estivesse viva naquela época, eu definitivamente teria sido uma cliente viciada!

É por isso que vou tirar um tempo do meu fim de semana para ver a primeira exposição sobre Thea no Fashion and Textile Museum em Londres, que fecha este domingo, 3 de maio. Eu não tive a oportunidade de ir ainda! Pelo que tenho ouvido, é bem detalhada, cobrindo a maior parte da vida e carreira de Thea que nasceu em Jerusalém, viveu em Beirute, mudou-se para Nova Iorque na década de 50 e 60, e depois para Los Angeles e Paris na década de 70 . Estou tão animada para ver seus clássicos em pessoa, como seu  Kaftan e vestido Gipsy!

 


YOU MAY ALSO LIKE

Comment