Gerhard Richter's Colour Charts, produced in 1966, undoubtably highlight an important part of the artist's career and were seen as inspiration for many art movements of the time - after all, this was an artist that was ahead of his already super-progressive times. Now, to celebrate their 50th anniversary, some of works in the the Colour Charts series are being exhibited. Included in the group is Richter’s 180 Farben (180 Colours), from 1971. Made up of twenty panels, this work was the first Colour Chart the artist produced when he returned to the series in 1971, after spending five years away from it. No wonder it is such a masterpiece!

The weekend is almost here which means it'll soon be time for me to pay Richter a visit!


O Colour Charts de Gerhard Richter, produzido em 1966, destaca, sem dúvida alguma, uma parte importante da carreira do artista e foi visto como uma inspiração para muitos movimentos artísticos da época — afinal de contas, ele foi um artista que estava à frente de seu tempo, que já era superprogressivo. Agora, para celebrar seu 50º aniversário, alguns dos trabalhos da série Colour Charts estão em exposição. Incluído no gripo está o 180 Farben (180 Cores) de Richter, de 1971. Composto de vinte painéis, este trabalho foi o primeiro Colour Chart que o artista produziu quando retornou à série em 1971, depois de passar cinco anos longe dela. Não é de impressionar que seja uma obra-prima!

O final de semana está quase aqui, o que significa que logo será hora de fazer uma visita a Richter!


YOU MAY ALSO LIKE

Comment